terça-feira, 15 de julho de 2008

Aceita uma caixa de BIS?

A grande sacada do ser humano é entender que por piores ou maiores que sejam seus problemas, eles são seus e não do amigo, da amiga, do namorado, da namorada, do pai, da mãe, do papagaio ou do cachorro. É isso aí pessoas, o problema é seu e não dele ou dela!! (Surpresos com a revelação?)Muitas vezes busca-se o alívio ou as soluções no ouvido alheio, mas nem sempre o alheio está tão alheio para você, certo? Quando nos referimos a mulheres então...esses tais problemas pessoais ficam mais complicados ainda, afinal, mulheres são há séculos descritas como um bicho complexo mesmo, para que entendê-las ? Sem contar os problemas trazidos pela TPM (grande trunfo masculino para definição de problemas femininos, héin?), ou podem ser apenas problemas trazidos por uma fase de lua cheia vai! Sendo assim, mais do que compreensível esses ouvintes alheios dedicarem-se a outra coisa mesmo, não acham? Pode ser um play station, um DVD, um MP3 ou até mesmo uma reunião importante de última hora, uma apresentação a ser feita ao chefe, a atualização de um relatório ou por que não a limpeza do seu outlook? A única certeza que tenho é que nessas horas o inventor do chocolate agradece, isso sim! Pois seria cada um com seus problemas ou cada um com seu suflair, seu Talento, sua caixa de BIS??

3 comentários:

Paula disse...

Outro grande lance é termos consciência de que "as pessoas são diferentes da gente". Muitas vezes percebo que me decepciono por esperar que os outros ajam como eu agiria em determinadas situações... Fica aí uma sugestão para um post futuro. ;-)

Sergio Bruno disse...

O problema é individual, mas que os amigos, amigas, pai, mãe, irmão, irmã e afins acabam ajudando, isso é verdade.

Obs: parabéns pelo texto

xelande disse...

Gostaria que todos fossem assim conscientes. Ou fingissem assim. kkk Aceita um bis? Um só, o resto da caixa é meu.